quarta-feira, 20 de novembro de 2013

II SEMINÁRIO ISLÂMICO ACONTECEU EM MG

Aconteceu entre os dias 15 e 17 de Novembro de 2013 o II Seminário Islâmico de Minas Gerais, na Mesquita da capital mineira Belo Horizonte. Nos três dias, as palestras ministradas pelo líder religioso local, o Sheik Mokhtar El-Khal, de origem marroquina, abordaram os mais diferentes temas que envolviam o conhecimento islâmico, e foram todas elas assistidas por cerca de 30 pessoas. As palestras duravam o dia todo, por isso foram oferecidos almoços todos os dias na mesquita preparados por muçulmanas que frequentam-na. Logo começarão a serem organizados os próximos seminários, bem como dawah's pela capital mineira.

domingo, 17 de novembro de 2013

CELEBRAÇÕES DA ASHURA NO BRASIL

Aconteceu entre os dias 04 e 14 de novembro de 2013 a Ashura, principal celebração dos muçulmanos xiitas do mundo que relembra o martírio de Hussein Ibn Ali (as), no Brasil, nas poucas mesquitas dos seguidores dessa vertente do islam no Brasil. Abaixo será feito um pequeno resumo sobre as celebrações em cada lugar que ocorreu, por ordem alfabética:

Curitiba (PR)

A Mesquita Imam Ali Ibn Abu Tallib, na capital paranaense, reuniu cerca de uma centena de fiéis em todos os dias da celebração. As celebrações foram conduzidas pelo Sheik Mohammad Sadeq Ibrahimi, de origem iraquiana, exeto no quinto dia, que a mesquita lotou para prestigiar o Sheik Sayyd Mohnsen Tabatabai, que visitou a comunidade curitibana. Foram organizadas algumas procições infantis, que a comunidade acompanhou bem. Foram feitos os discursos em árabe e depois traduzidos para o português para os brasileiros, bem como também foram feitas leituras do Alcorão. Das comunidades xiitas brasileiras, a de Curitiba é a segunda menor do país, porém mantém uma mesquita e um sheik e todas as celebrações condizentes ao islam xiita.

Foz do Iguaçu (PR)

A maior comunidade xiita do Brasil, localizada na cidade fronteiriça de Foz do Iguaçu realizou uma ashura linda que lotou a Mesquita Imam Khomeini todos os dias. O mais marcante foi a comunidade fazer pela primeira vez, no domingo, a celebração da ashura do dia em português, onde as leituras de dwah's e o discurso do Sheik foram feitas totalmente em português, que fez lotar principalmente de mulheres brasileiras o local. Os outros dias a ashura foi feita em árabe porque a imensa maioria dos xiitas locais são libaneses. Cerca de 3 sheik's participaram das celebrações em Foz, além do local Sheik Mohammad Khallil.

Ponta Porã (MS)

A menor comunidade xiita do Brasil, localizada no Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai, recebeu o Sheik Hassan Bourgi, de origem libanesa, que presidiu todos os dias de ashura. Todos os discursos foram feitos em árabe pois toda a comunidade local é libanesa. Cerca de 50 a 80 pessoas participaram das celebrações na pequena mesquita da cidade, entre homens e mulheres.

São Paulo - Brás (SP)

A principal mesquita xiita do país, a Mesquita Muhammad Mensageiro de Deus, na capital paulista recebeu uma grande celebração da ashura, separada em duas partes, uma no andar inferior, para os libaneses, presididas pelo Sheik Sayyd Billal; e outra no andar superior para os persas presidida pelo Sheik Gorbanian. Em ambas houveram tudo que fazem parte da ashura, como discursos, recitação do Alcorão, Latimiya e Maatan. Os libaneses lotaram a mesquita durante todos os dias para a celebração, cerca de mais de 1000 pessoas foi a média diária.

São Paulo - Ipiranga (SP)

As celebrações organizadas na Husseinya Ahlul-Bayt, presididas pelo Sheik Taleb Hussein, reuniram principalente os membros da comunidade iraquiana que vive no Brasil, já que o próprio Sheik também é iraquiano. Cerca de 100 pessoas foi a média durante todos os dias. Em alguns dias foram promovidos distribuição de comida pelas ruas de São Paulo pela entidade.

São Paulo - Luz (SP)
A grande novidade e histórica novidade esse ano foi a de um grupo de brasileiros que se reuniu para a primeira vez na história do islam xiita no Brasil celebrarem a ashura totalmente em lingua portuguesa. Os discursos foram feitos pelo Sheik Hossein Khallilo, de origem iraniana, todos em português, onde destacou pontos da vida de Hussein (as) correlacionados com os princípios básicos do islam. Logo após foram realizadas latimiyas em árabe, persa e nos últimos dias uma exclusiva em português, porém em todas elas o sheik explicava em português o que a referente latimiya dizia. Cerca de 25 a 30 pessoas participaram dessa celebração na capital paulista. Após a celebração o grupo promoveu uma distribuição de água no centro de São Paulo para relembrarem o sacrifício de Hussein (as) que morrera de sede.  

No facebook será publicado no canal da página "Islamismo Brasil" um álbum com as fotos das ashura's pelo Brasil.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

NOVA SEDE DO INSTITUTO É INAUGURADA

A nova sede do Instituto Islâmico (Ma'had Islamiya) do Sheik Wafi Farrah Al-Jabtry foi fundada próxima a estação Praça da Árvore, na zona sul da capital paulista e já está oferecendo cursos de crença e jurisprudências islâmicas bem como o de árabe.

Contatos:

Rua Pirituba, 260, São Paulo, SP.